Blog de Tec

Nada que é digital nos é estranho

 -

O blog é uma extensão da cobertura sobre tecnologia e internet publicada na Folha.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Americano arrecada US$ 387 mil para criar impressora de panquecas

Por Felipe Maia
Tem gente usando impressoras 3D para criar produtos perigosos, como armas. O engenheiro civil Miguel Valenzuela inventou uma máquina dessas que apresenta risco apenas para a circunferência das pessoas: uma impressora de panquecas.

O americano, que atualmente mora na Noruega, já arrecadou US$ 387,7 mil (R$ 1,2 milhão) no site de financiamento coletivo Kickstarter para lançar o aparelho, chamado PancakeBot.

Funciona assim: o usuário abre o software próprio da impressora e faz o desenho. Primeiro os contornos e depois o preenchimento, na parte de dentro (como se estivesse colorindo a panqueca). Depois, é preciso salvar a “arte” em um cartão SD e inseri-lo no equipamento.

 

A impressora vai derramando a massa em uma espécie de chapa quente na mesma ordem em que o desenho foi feito –de acordo com a página da PancakeBot, é melhor evitar massas muito granuladas, com grãos ou gotas de chocolate, por exemplo, ou há risco de entupimento.

Durante a campanha de financiamento coletivo, o produto sai por US$ 179 (R$ 555). Basta doar esse valor para ficar com um modelo. Quando o produto chegar ao mercado, o preço será de US$ 300.

Blogs da Folha