Blog de Tec

Nada que é digital nos é estranho

 -

O blog é uma extensão da cobertura sobre tecnologia e internet publicada na Folha.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade

Confira clones brasileiros do popular “2048” e faça sua versão do game

Por Anderson Leonardo

Nesta altura do campeonato, você já deve ter jogado ou pelo menos ouvido falar do game “2048” (gabrielecirulli.github.io/2048), um quebra-cabeça que desafia você a unir quadrados de valor igual até formar o número 2048.

2048
Versão original de “2048”, criado pela desenvolvedora Gabriele Cirulli (Reprodução)

Esse jogo cresceu tanto em popularidade desde quando foi lançado que deu origem a incontáveis clones para a web e dispositivos móveis. Uns apenas reproduzem o título criado pela designer e desenvolvedora Gabriele Cirulli. Mas há versões que divertem ao fazer referência à cultura popular. Listo abaixo algumas das mais interessantes, brasileiras.

1) “Molejão 2048”: O grupo de pagode Molejo tem uma versão própria do game, na qual os quadrados contêm ilustrações dos integrantes da banda e de objetos que remetem a suas canções –como uma vassoura (“Diga aonde você vai que eu vou varrendo”), por exemplo.

2) “2048 maluco do Gugu”: Gugu, Faustão, Sílvio Santos, Ratinho e Serginho Malandro estrelam este clone feito por… fãs? simpatizantes? A união de duas cartas de uma mesma celebridade faz surgir uma outra personalidade da televisão. Tudo indica que a última carta é o homem do pintinho amarelinho. Ponto positivo: gifs!!!!!!!!

3) “2048: Gretchen Edition”: Maria Odete Brito de Miranda, também conhecida como Gretchen, é a cara desta versão do quebra-cabeça numérico, que também tem gifs. Sem os números, só é difícil de saber qual a foto ou imagem animada do último quadradinho.

2048: Gretchen Edition
“2048: Gretchen Edition” (Reprodução)

A internet está repleta de outros clones do “2048”. Tem do “Pokémon”, do Corinthians, da série “How I Met Your Mother” (que terminou nesta semana, que tristeza). Basta uma busca no Google –tente algo como 2048+[insira aqui um ícone da cultura popular ou qualquer outra coisa].

Isso porque existem geradores de “2048” para qualquer pessoa interessada em fazer sua própria versão, sem a necessidade de mexer em códigos. O que eu mais recomendo é o gerador do programador indiano Anil Shanbhag. Você dá um nome para o jogo, escreve uma descrição, escolhe uma URL e faz o upload das imagens correspondentes aos números. Voilà.

Qual é o seu clone favorito de “2048”? E qual é o seu maior placar no jogo? Compartilhe com a gente aí embaixo nos comentários.

Blogs da Folha

Mais acessadas

Nada encontrado

Categorias

Publicidade
Publicidade
Publicidade