Blog de Tec

Nada que é digital nos é estranho

 -

O blog é uma extensão da cobertura sobre tecnologia e internet publicada na Folha.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Maioria dos ‘selfies’ no Instagram é tirada por mulheres, mostra pesquisa

Por Anderson Leonardo

O “selfie” é definitivamente um fenômeno da fotografia. Não a toa o termo foi eleito a palavra de 2013 pelo dicionário Oxford, por causa da alta de 17.000% em seu uso no período de um ano.

Pensando nisso, um grupo de pesquisadores analisou 120 mil fotos publicadas no Instagram –por usuários de São Paulo, Nova York, Bangcoc, Berlim e Moscou– na tentativa de compreender quem são as pessoas que reforçam a popularidade do autorretrato para a internet.

Os resultados se transformaram no site Selfiecity. Nele, o internauta pode encontrar ainda um visualizador de dados interativo, que permite filtrar “selfies” por gênero, idade, humor e inclinação da cabeça, por exemplo. Mas destaco a seguir algumas das descobertas da pesquisa.

Selfiexploratory: visualizador de dados interativo (Reprodução)
Selfiexploratory: visualizador de dados interativo (Reprodução)

• As mulheres são as que mais tiram “selfies”

Em todas as cidades analisadas, o sexo feminino representa mais de 55% dos “selfies” coletados. Em Moscou, essa parcela é de 82%. São Paulo não fica muito atrás, com 65,4% de “selfies” tirados por mulheres.

• Bangcoc e São Paulo têm os “selfies” mais alegres

Analisando o estado de humor (calmo, bravo ou feliz) apresentado nas imagens, os pesquisadores descobriram que é nos “selfies” de Bangcoc e São Paulo que as pessoas mais sorriem. A cidade “menos feliz” é Moscou.

• Maioria das fotos do Instagram não é “selfie”

Das 120 mil imagens coletadas, apenas aproximadamente 4% (ou 4.800) eram realmente “selfies”. O restante eram fotos de gatos, comidas, carros etc.

Blogs da Folha