Blog de Tec

Nada que é digital nos é estranho

 -

O blog é uma extensão da cobertura sobre tecnologia e internet publicada na Folha.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade

Na Coreia do Sul, você ainda é obrigado a usar o Internet Explorer para fazer compras on-line

Por Anderson Leonardo

Imagine um mundo onde você fosse obrigado a usar o Internet Explorer para acessar o site do seu banco e fazer compras on-line. Esse mundo existe e se chama Coreia do Sul.

Por causa de leis sancionadas no país há 14 anos em nome da segurança digital, os sul-coreanos ainda precisam trocar de browser quando querem adquirir algo pela internet, segundo lembrou uma reportagem recente do jornal “Washington Post“.

Quando acessam lojas virtuais pelo Chrome ou Safari, por exemplo, eles recebem o alerta: “Compras só podem ser feitas através do Internet Explorer”.

De acordo com a firma de estatísticas StatCounter, 75% de todo o uso da web no país envolve o navegador da Microsoft. O que é bem maluco, considerando que o Chrome é o browser mais popular do mundo desde 2012.

Montagem brinca com uma das coisas em que o IE é bom: baixar outros browsers (Reprodução)

É claro que nem todo mundo curte usar o IE. “[Ele] tem falhas. Trava. Pede todas essas atualizações irritantes”, disse um empresário ao “Washington Post”.

Quem usa computadores da Apple na Coreia do Sul sofre ainda mais para comprar on-line, já que o IE não roda em Macs. É preciso ir a cibercafés, usar o PC do trabalho ou recorrer a centros de negócios de hotéis. Alguns até usam programas específicos para rodar Windows em Macs.

Admito: não acho as versões mais recentes do Internet Explorer (10 e 11) tão ruins. Mas não abandonaria o Chrome por nada. A não ser que morasse na Coreia do Sul, é claro. Daí não haveria jeito.

BÔNUS: Falar de Internet Explorer é falar de uma ótima paródia (abaixo) do comercial feito para promover o IE 9, em 2012. Se você estranhar o vídeo travando, pode não ser sua conexão.

[youtube JyGP0ZyxF5E nolink]

Blogs da Folha

Mais acessadas

Nada encontrado

Categorias

Publicidade
Publicidade
Publicidade