Blog de Tec

Nada que é digital nos é estranho

 -

O blog é uma extensão da cobertura sobre tecnologia e internet publicada na Folha.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em SP, Sony anuncia parceria com 19 estúdios brasileiros de games, mas prefere chamar argentino ao palco

Por Alexandre Orrico
“Oniken”, game da JoyMasher, um dos estúdios brasileiros parceiros da Sony

Nada contra os argentinos. Nada mesmo.

Mas uma pergunta ficou na minha cabeça após a coletiva pré-Brasil Game Show da Sony nesta quinta-feira (25), em São Paulo: se a companhia anunciou uma parceria com 19 estúdios independentes brasucas, por que chamou ao palco um argentino?

Depois de dar detalhes sobre o “Programa de Incubação de Desenvolvedores”, que dá suporte e disponibiliza hardware para que companhias latino-americanas criem games para PS3 e PSP, Mark Stanley, gerente de PlayStation para a América Latina, disse que só no Brasil são 19 empresas parceiras.

Dentre elas estão a Behold Studios, responsável por “Knights of Pen and Paper”, e JoyMasher, do retrô “Oniken”.

“Pain”, game gratuito para PSN

Mas o estúdio convidado ao palco da coletiva foi o argentino QB9, para fazer uma demonstração de “Pain”, um jogo maluco no qual você atira seu personagem com um estilingue para derrubar o maior número possível de pinos de boliche. O game é de 2007 e será reformulado para lançamento gratuito via PSN.

Dado o caráter extremamente regional da BGS, estranhei o fato de não ter sido um estúdio brasileiro o escolhido.

Mas, em um país onde o PlayStation 4 custa R$ 4 mil, não dá para estranhar mais nada, né?

Blogs da Folha