Blog de Tec

Nada que é digital nos é estranho

 -

O blog é uma extensão da cobertura sobre tecnologia e internet publicada na Folha.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade

Aplicativo de US$ 1,99 “salva” documentário vencedor de Oscar

Por Yuri Gonzaga

O sueco Malik Bendjelloul, diretor do documentário “Searching for Sugar Man” (2012), teve de recorrer a seu iPhone (e a um aplicativo que custa R$ 4) para gravar as últimas cenas de seu agora laureado longa –cuja narrativa tem como objeto principal o cantor americano Sixto Rodríguez– após ter ficado “completamente sem dinheiro” e não poder bancar mais usar o uso da tecnologia que vinha empregando. 

“Comecei a gravar com uma câmera Super-8, o que custa muito e me deixou completamente sem dinheiro. Faltavam muito poucas cenas, mas eu realmente precisava delas”, disse Bendjelloul à rede CNN (veja reportagem abaixo).

[youtube SZd173kLOWg nolink]

“Então um dia eu descobri que havia esse aplicativo de um dólar [sic] para o iPhone, e eu o experimentei –era basicamente a mesma coisa, visualmente. Em resumo, meu filme foi terminado em um smartphone.”

O aplicativo em questão é o 8mm Vintage Camera, da Nexvio, que está disponível para iPhone e iPod touch e para iPad. Ele basicamente aplica um filtro que deixa a filmagem parecida com a oriunda do equipamento “Super-8”.

Rodríguez, como também era conhecido o personagem mais importante do documentário, é um cantor nascido em Detroit que nunca foi particularmente bem-sucedido nos EUA, mas que alcançou popularidade estelar na África do Sul.

A película de Bendjelloul conta a trajetória de dois fãs que investigam o rumorejado suicídio do artista (veja o trailer em seguida), e foi premiada com o Oscar de melhor documentário pela Academianeste domingo (24).

[youtube tDw7OqVBT-w nolink]

FESTIVAL
O iPhone Film Festival, que já está na sua quarta edição (os envios de filmes vão até 1º de novembro, para quem possa se interessar), conta também com a categoria documentário. Confira.

O cineasta sem seu smartphone (Danny Moloshok/Reuters)

Blogs da Folha

Mais acessadas

Nada encontrado

Categorias

Publicidade
Publicidade
Publicidade