Blog de Tec

Nada que é digital nos é estranho

 -

O blog é uma extensão da cobertura sobre tecnologia e internet publicada na Folha.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Além de “À Espera de um Milagre”: veja alguns trabalhos de Michael Clarke Duncan nos games

Por Alexandre Orrico

 

Michael Clarke Duncan, ator hollywoodiano que faleceu no último dia 3 e teve um funeral público ontem, em Los Angeles, tem um currículo com mais de 17 anos de participações em filmes.

Todo mundo lembra dele com o John Coffey de “À Espera de um Milagre” (1999), papel de maior destaque do ator. Eu, particularmente, também lembro bastante de Duncan como o personagem Rei do Crime no desagradável filme “Demolidor – O Homem sem Medo” (2002).

Mas Duncan também teve uma carreira como dublador de games. Me recordo do monstrão Atlas em “God of War 2”, mas vi no Kotaku e no Giant Bomb que a lista é bem maior.

[youtube 841-m53MZh0 nolink]

Além de “God of War 2”, Duncan fez vozes em “God of War 3”, “Saints Row”, “The Suffering: Ties That Bind”, “Forgotten Realms: Demon Stone”, “SOCOM 2: U.S. Navy Seals”, “Star Trek: Klingon Academy” e “Soldier of Fortune”.

Em “Panic in the Park”, jogo para PC de 1995, Duncan faz uma ponta como um segurança, em um de seus primeiros trabalhos como ator:

[youtube PqS4lvmezF4 nolink]

Duncan também foi o Balrog, o boxeador da série “Street Fighter”, no filme “Legend of Chun Li” (2009).

Blogs da Folha