Blog de Tec

Nada que é digital nos é estranho

 -

O blog é uma extensão da cobertura sobre tecnologia e internet publicada na Folha.

Perfil completo

Publicidade
Publicidade

Gafe de político faz notícia falsa virar assunto mais comentado do Twitter

Por Lucas Sampaio
Reprodução da cédula que o BC passaria a emitir com a homenagem a Lula, segundo o G17

Se tivesse um pouco mais de cuidado, o deputado federal de São Paulo Roberto Freire (@freire_roberto) não teria se tornado o assunto mais comentado do Twitter no começo da tarde desta segunda-feira.

Inconformado com a “notícia” do G17 Dilma pede e Banco Central coloca em circulação notas com a frase “Lula seja louvado”, o presidente nacional do PPS –partido de oposição ao governo– retuitou o link, dizendo que o ato era uma afronta, sem perceber que se tratava de uma brincadeira.

Segundo o G17, a mudança teria sido um pedido da presidente Dilma Rousseff ao BC para homenagear o ex-presidente Lula.

O assunto rapidamente se espalhou pela rede social, com usuários retuitando o político e fazendo piadas com a gafe.

Até o deputado federal do PSDB por Minas Gerais Eduardo Azeredo (@deputadoazeredo) percebeu o equívoco do colega e comentou o tuíte: “Só pode ser brincadeira!”

Em menos de uma hora, a hashtag #LulasejaLouvado virou o assunto mais comentado pelos usuários brasileiros, e “Roberto Freire” e “G17” entraram para o top 10 mundial.

Bastava ter clicado no link para perceber a brincadeira. O G17 se intitula um site “sem compromisso com a verdade”.

Depois de alertado, o político se desculpou pela gafe.

“Não deixo nada sem resposta”, disse, por telefone, à Folha. “Respondo sempre à altura.” Ele disse que leu a notícia, mas não percebeu que se tratava de uma piada.

“Terei mais cuidado a partir de agora. Nestes tempos ‘lulo-dilmistas’, tudo é possível que seja verdade”, disse o deputado. “Mas não vou me calar. Vou continuar fazendo a oposição que sempre fiz —e reconhecer quando errar.”

Até o momento da publicação deste post, continuava a responder a seus seguidores e usuários que queriam apenas se divertir com o ato falho.

Abaixo, algumas interações do deputado com usuários da rede social:

Blogs da Folha

Mais acessadas

Nada encontrado

Categorias

Publicidade
Publicidade
Publicidade