Publicidade

Blog de Tec

Nada que é digital nos é estranho

Perfil O blog é produzido pela editoria de Tec

Perfil completo

Apperitivo: Aplicativos estranhos para interagir com estranhos

Por Anderson Leonardo
18/11/14 02:00

Na coluna de aplicativos desta semana, trago três apps que, em níveis variados, incentivam a interação entre desconhecidos. Podem não ser muito úteis, mas têm conceitos interessantes e são ótimos para trocar ideia com gente diferente. Até de outros países.

wakie app alarmeWAKIE
Android, iOS e Windows Phone
ONDE wakie.com
QUANTO Gratuito

Este é um alarme curioso. Em vez de acordarem com uma música, as pessoas recebem ligações de usuários de qualquer parte do mundo.

Infelizmente, o Wakie ainda não permite que brasileiros sejam acordados, mas deixa a gente ligar e acordar os outros. Tudo por meio de uma conexão com a internet. A ideia pode parecer um pouco assustadora. E é mesmo.

fling apps socialFLING
iOS
ONDE superfling.com
QUANTO Gratuito

Escreva um texto de 140 caracteres, tire uma foto ou grave um vídeo e envie-o para 50 pessoas aleatórias que também usam o Fling.

É tão simples de usar quanto o Snapchat ou o Slingshot. Uma dessas pessoas pode ainda responder o seu “fling”, iniciando automaticamente uma conversa privada.

A ideia é divertida. Ninguém, no entanto, respondeu à mensagem que mandei, e basicamente só recebi “flings” de usuários procurando “garotas bonitinhas com quem conversar”. A maioria era do Reino Unido.

ethan apps socialETHAN
iOS
ONDE textethan.com
QUANTO Gratuito

Ethan é o nome do aplicativo e da pessoa por trás dele, que promete responder às perguntas que você fizer. De preferência, perguntas com múltiplas escolhas.

E ele responde mesmo. Quer saber qual é a roupa mais adequada para a festa? Pergunte ao Ethan. Quer saber se é melhor pedir comida chinesa ou italiana? Pergunte ao Ethan.

Perguntei, por exemplo, como ele avaliava as músicas do Kanye West, e ele deu ao rapper nota 9. Para mim, um indicativo de bom gosto.

Por causa da demanda, e porque ele é uma pessoa comum, com tempo limitado, pode ser que Ethan demore um pouco a responder. Mas ele diz se esforçar para dar atenção a todos, desde que sigam suas regrinhas.

Bônus: Caso você procure uma opinião honesta de uma pessoa que não o/a conhece (portanto, em teoria, é mais imparcial que amigos e familiares), experimente o Brutal Honesty. Por US$ 10, o californiano Jordan promete responder a suas dúvidas existenciais com toda a sinceridade possível.

Corredoras nuas de Porto Alegre viram game para Android

Por João Vitor Oliveira
11/11/14 15:59

corida pelada

Estava demorando. Na semana em que foi flagrada a terceira mulher nua correndo pela cidade de Porto Alegre em um espaço de 11 dias, foi ao ar na Google Play o jogo “Corrida Pelada! POA”, em homenagem às notícias recentes.

Produzido pela Aurea Games, o game tem como protagonista uma mulher loira que corre pelada por um parque enquanto foge de um guarda. O desafio é, com toques na tela, pular os obstáculos que aparecem pelo caminho –pressionar o visor por mais tempo faz a moça saltar mais alto. Quanto mais objetos superados, maior a pontuação, e com 45 pontos é possível mudar o cenário para uma avenida.

O despretensioso jogo vale mais pelo “timing” da brincadeira. “Foi feito em 24 horas por uma pessoa só, então peguem leve com a avaliação”, diz a descrição do aplicativo na loja virtual do Google.

Aliás, minigames para celular que se baseiam em acontecimentos e eventos do dia a dia não são novidade. Durante a Copa do Mundo, por exemplo, choveram jogos satirizando a mordida do atacante uruguaio Luis Suárez em um adversário. Durante as eleições, vários jogos abordavam a disputa entre Dilma e Aécio.

“Corrida Pelada! POA” é gratuito e está disponível para Android.

Apperitivo: Fazendo arte

Por Anderson Leonardo
11/11/14 02:01

paper desenhos appsPAPER (iOS)
ONDE fiftythree.com/paper
QUANTO Gratuito

Desenvolvido pela start-up FiftyThree, o Paper não só é um dos melhores aplicativos para artistas e entusiastas — é um dos melhores de toda a loja de apps da Apple.

Suas ferramentas de desenho não são tão avançadas quanto as dos softwares móveis da Autodesk, por exemplo. Em vez disso, a FiftyThree aposta na simplicidade e, desde sua última grande atualização, na interação entre a comunidade.

Lançado em setembro, o Mix é uma plataforma colaborativa que permite aos usuários seguirem seus artistas prediletos, compartilhar criações e remixar desenhos de outrem.

Não preciso dizer mais nada sobre ele. Já deve ter ganho seu coração. Única decepção: não está disponível em outras plataformas. Usuários de Android que quiserem investir na arte digital precisam recorrer ao Sketchbook Express ou ao ArtFlow, ambos gratuitos.

fragment app arteFRAGMENT (Android e iOS)
ONDE fragmentapp.com
QUANTO US$ 1,99

Podia ser só um Instagram sem o viés social. Mas, além de oferecer diversos filtros e ferramentas de edição de imagens, o Fragment, da Pixite, permite incluir formas geométricas belíssimas às fotos.

Tais adições, se manipuladas corretamente, criam efeitos prismáticos elegantes. É possível, por exemplo, alterar o tamanho de um cubo ou distorcer a parte da imagem que fica dentro de uma pirâmide.

A desenvolvedora Pixite, aliás, tem um amplo portfólio de aplicativos de edição imagens, caso você queira ir além. Confira aqui.

over app arteOVER (Android e iOS)
ONDE madewithover.com
QUANTO US$ 1,99

Tipografia é o foco do Over. Você escolhe uma imagem de fundo, escreve um texto bacana e então seleciona uma das várias fontes gratuitas (e outras pagas) para deixar tudo bem atraente.

O Over também oferece ilustrações e designs tipográficos já prontos, com frases inspiradoras ótimas para pôsteres motivacionais.

over app arte

Apperitivo: Para economizar nas viagens

Por Anderson Leonardo
04/11/14 02:00

Dezembro e janeiro estão logo aí. Para muitos, é época de férias, de viajar. E se você ainda não planejou a sua viagem, pode contar com a ajuda dos aplicativos que selecionamos nesta semana.

voopter apperitivo viagensVOOPTER (Android, iOS e web)
ONDE voopter.com.br
QUANTO Gratuito

O Voopter se destaca entre os apps de busca de passagens aéreas por permitir a seleção de várias datas de ida e volta para que o usuário descubra realmente qual é o voo mais barato.

Ótimo para quem tem calendário flexível.

Com design elegante, ele também possibilita a criação de alertas que avisam quando determinada passagem ficou mais barata e possui um recurso de busca de hotéis.

clickbus apperitivo viagensCLICKBUS (Android, iOS e web)
ONDE clickbus.com.br
QUANTO Gratuito

Em vez de passagens aéreas, passagens de ônibus. O ClickBus é bem simples e ajuda a não só encontrar os preços mais em conta entre mais de 30 viações, mas também a comprar as passagens pelo celular.

airbnb apperitivo viagensAIRBNB (Android, iOS e web)
ONDE airbnb.com
QUANTO Gratuito

Experiência própria: se você quer economizar também na estadia, esqueça os hotéis. No Airbnb, você encontra quartos e casas alugados por outros usuários do site com preços muito mais baixos.

Aproveite as avaliações de outros usuários para saber como é o anfitrião e sua casa e pague a hospedagem direto do aplicativo.

O serviço já é bem popular, mas continua sendo o melhor no que faz.

Usuário de Windows Phone? Todos os aplicativos acima também funcionam em navegadores. Ainda assim, separamos algumas boas alternativas:

• para comparar preços de passagens aéreas: Skyscanner
• para comparar preços de hospedagens: Booking.

Com aparência peculiar, mascote da SBGames vira alvo de chacota na web

Por João Vitor Oliveira
30/10/14 15:59

Ainda faltam duas semanas para começar a 13ª edição da SBGames (Simpósio Brasileiro de Jogos e Entretenimento Digital), mas o evento já está chamando a atenção nas redes sociais por um motivo diferente:

A tradicional feira trouxe neste ano uma proposta de mascote customizável, disponibilizando um modelo base na internet para os fãs criarem, a partir dele, o seu próprio personagem, com os acessórios, pose e expressão facial que quiserem.

Acontece que o “bichinho” tem uma aparência um pouco estranha. Veja você mesmo:

Crédito: SBGames

Crédito: SBGames

É claro que a comunidade gamer não perdoou e deu início à “zoeira” nas redes sociais.

Já foi criado até um Tumblr em homenagem à controversa criatura, batizada de “Huezinho” –referência ao “Hue Hue Hue”, marca dos brasileiros que adoram azucrinar com os adversários em jogos multiplayer on-line.

Confira algumas das versões mais debochadas postadas na página:

tumblr_ne6a1wWPRW1u2se4uo1_500

Crédito: Tumblr “Huezinho”

tumblr_ne6a4b7IYv1u2se4uo1_1280

Crédito: Tumblr “Huezinho”

tumblr_ne6a40fHiq1u2se4uo1_1280

Crédito: Tumblr “Huezinho”

 

JUSTIFICATIVA

Segundo o site da SBGames, “o desenho do mascote base procurou se afastar de esteriótipos que o associassem a pessoas ou animais conhecidos” com o objetivo de respeitar a diversidade do perfil do público da feira.

Em uma discussão no Facebook do evento, a coordenadora do projeto, Maria das Graças Chagas, respondeu às críticas e explicou que o personagem foi inspirado nos saudosos bichinhos virtuais Tamagotchi.

“O Tamagotchi nos inspirou no formato arredondado e na ausência de semelhança com seres existentes. Ele não é animal nem gente. É um ser”, escreveu. “Para customizar, o melhor é que a forma seja básica. Dai a simplicidade de traço”.

Mesmo que continuem sem gostar, pelo menos agora entendem que trabalhamos com metodologia e conceito”, completou a organizadora.

As instruções para enviar a sua própria versão do “Huezinho” –se é que a SBGames vai adotar o apelido que o público colocou no mascote– estão no site do Simpósio. A feira acontece em Porto Alegre (RS) entre os dias 12 e 14 de novembro.

Apperitivo: 'Game over' outra vez

Por Anderson Leonardo
28/10/14 02:01

Até o ano passado, nunca um jogo havia irritado tanta gente quanto “Flappy Bird”. Controlar o passarinho beiçudo por entre os canos verdes era uma tarefa desafiadora. Principalmente para os novatos.

Os verdadeiros vencedores do game eram aqueles que continham a frustração e não arremessavam o celular na parede mais próxima. E a dificuldade era o que tornava tão viciante.

Na coluna de aplicativos desta semana, portanto, você confere outros jogos para celulares e tablets que podem não viciar tanto quanto “Flappy Bird”, mas com certeza compartilham do seu nível de dificuldade.

swing copters app‘SWING COPTERS’
Android e iOS
ONDE dotgears.com
QUANTO Gratuito

“Swing Copters” é outra criação de Nguyen. Então já é de se esperar algo complicado mesmo.

No game, que reproduz a mecânica de “Flappy Bird”, só que na vertical, você controla um personagem que usa uma hélice na cabeça para voar o mais alto possível. A ideia é desviar de plataformas dotadas de martelos-pêndulos nas extremidades. Se não, você morre e começa tudo outra vez.

retry apperitivo apps‘RETRY’
Android e iOS
ONDE retry-game.com
QUANTO Gratuito

Atenção ao nome deste game criado pelos mesmos responsáveis de “Angry Birds”: “Retry”. Em bom português: tente outra vez.

Prepare-se para reiniciar cada fase no mínimo três vezes para guiar esse aviãozinho por um cenário totalmente acidentado até o aeroporto de destino. Basta pressionar a tela para lhe dar impulso. Mas não se empolgue. É fácil perder o controle dele.

dont touch the spikes app apperitivo‘DON’T TOUCH THE SPIKES’
Android e iOS
ONDE play.google.com / itunes.apple.com
QUANTO Gratuito

Neste jogo, você precisa conduzir um pássaro num ambiente limitado pelo tamanho da tela do seu celular enquanto evita espinhos nas bordas.

Pressionando a tela, você voa. Não pode ir muito alto nem muito baixo, pois há espinhos permanentes no topo e na base. A única saída é usar as laterais, de ordem surgem espinhos em posições aleatórias.

 

Conheça o Windows 93, o sistema operacional mais divertido da web

Por Yuri Gonzaga
27/10/14 15:05

Esqueça o OS X Yosemite e o Windows 10. Os programadores que se identificam como Jankenpopp e  Zombectro criaram o que chamam de “Windows 93“, uma “versão” que roda na web do sistema operacional de PCs da Microsoft (e que estaria entre o Windows 3 e o Windows 95) e que, resumidamente, é coisa de maluco.

windows93

Divertido, o site construído em CSS e em JavaScript tem aplicações como Zkype, um vídeo de “Star Wars” criado em ASCII Art e o programa <Definitivamente não sou um vírus. Confie em mim, sou um golfinho.exe>.

Também há Paciência, Paint e um navegador com temática Nyan Cat, além de uma assistente pessoal chamada Virtual Girl (e toscamente desenhada). Vale uns minutinhos.

http://www.windows93.net/

 

Start-up cria skate magnético inspirado em 'De Volta para o Futuro'

Por Yuri Gonzaga
21/10/14 13:24

Além do carro DeLorean, outra obsessão para os fãs da quase trintona película de ficção científica “De Volta para o Futuro” (1985), de Robert Zemeckis, é o skate voador do protagonista Marty McFly, em que cuja cena mais célebre usa a prancha para derrotar gloriosamente seus rivais (vídeo abaixo).

Hoverboard em “De Volta para o Futuro 2″

De volta para 2014, vemos que a start-up californiana Arx Pax está buscando financiamento para o protótipo Hendo, que flutua usando um método semelhante ao emprego nos trens Maglev, por meio de um campo de ímãs.

Até o começo da tarde desta terça (21), o projeto do Hendo Hover havia levantado US$ 25 mil de uma meta de US$ 250 mil, com ampla repercussão na mídia internacional e o intuito de equipar edifícios com tecnologia semelhante para proteção antiterremoto.

“Cerca de uma polegada [2,5 cm] acima do solo, um visitante de 85 kg [sobre a prancha] precisou só de um gentil empurrão para ser projetado para o outro lado da sala, a um colchão de ar”, escreveu Conor Dougherty no “New York Times”.

Mas, diz Dougherty, que testou a prancha magnética, “infelizmente, a invenção não é um ‘hoverboard’ de verdade.”

Entrevistado, Henderson diz ter consciência de que as pessoas estarão mais interessadas primeiramente em um skate voador do que em alicerces magnéticos antissísmicos. “Por isso que usamos o ‘hoverboard’, para chamar a atenção”, disse ao jornal americano.

A proposta, segundo ele, é que, se um edifício puder levitar, cidades podem ser mais à prova de terremotos do que são atualmente, mesmo os feitos segundo normas de áreas de alto risco sísmico.

O legal é que a sede da companhia, em Los Gatos, no Vale do Silício, ganhou uma pista de skate coberta por pavimento metálico (não ferromagnético) onde o Hendo pode, sem atrito, transitar.

Como é de praxe, os financiadores no Kickstarter têm direito a “recompensas” conforme o montante cedido. E, para conseguir um Hendo, é preciso pagar US$ 10 mil, ou cerca de R$ 25 mil –aos interessados, o estoque é limitado a dez unidades, e uma já foi comprada, então corra.

Outros prêmios são voltados a colecionadores (réplica não-funcional do Hendo, a US$ 449) e a desenvolvedores (caixa branca Whitebox+ com a mesma tecnologia da prancha, US$ 899).

O “hoverboard” é usado por Marty em “De Volta para o Futuro Parte II” e no “De Volta para o Futuro Parte III”.

Descrição do Hendo Hover no site Kickstarter (Reprodução)

Descrição do Hendo Hover no site Kickstarter (Reprodução)

 

 

Apperitivo: Quem te viu, quem te vê

Por Anderson Leonardo
21/10/14 02:00

Há momentos que a mensagem de texto não pode descrever de maneira decente. A foto pode ajudar a construir a narrativa, mas ainda não capta o acontecimento da melhor forma. Nada de áudio também: a imagem é o ouro.

Nesta semana, portanto, listo quatro aplicativos para você se comunicar com amigos e familiares em vídeo. Para aqueles momentos que não fazem sentido ser compartilhados com todos os contatos das suas redes sociais.

samba app vídeoSAMBA (Android e iOS)
ONDE samba.me
QUANTO Gratuito

O Samba permite enviar vídeos para seus contatos e ver a reação deles junto da sua mensagem. Você também pode gravar reações para os vídeos deles, claro. Um conceito divertido e interativo.

chatwala app videoCHATWALA (Android e iOS)
ONDE chatwala.com
QUANTO Gratuito

Outro aplicativo que segue essa linha de mensagem e reação ao mesmo tempo. Você só precisa convencer seus amigos a usá-los. Porque é bem improvável que eles já usem esses serviços.

skype qik video appSKYPE QIK (Android e iOS)
ONDE skype.com
QUANTO Gratuito

Lançado na semana passada, o Skype Qik não trabalha com reações igual aos dois primeiros. É mais simples. Mas tem uma interface elegante e permite criar grupos. O usuário também pode gravar até 12 respostas rápidas.

Para não ocupar muito espaço no seu celular, as mensagens são apagadas automaticamente depois de duas semanas.

Estudante constrói cópia de Nova York no 'Minecraft' durante dois anos

Por Yuri Gonzaga
17/10/14 14:31

Um estudante do Estado americano de Delaware dedicou um período de dois anos, terminados nesta quinta (16), à elaboração de uma cidade virtual no popular game considerado educativo –e recentemente comprado pela Microsoft– “Minecraft”.

A cidade foi intitulada “Titan City” e, segundo seu autor, Duncan Parcells, 19, é inspirada em Nova York –as Torres Gêmeas do World Trade Center lhe tomaram um ano e meio para fazer.

Titan City

Ele diz que sua criação não é uma reconstrução da cidade, apesar de muita gente achar que sim.

O “cibermunicípio” foi feito usando a versão para o videogame Xbox 360 do jogo, mas transferido para o PC, já que, como disse Parcells em entrevista à BBC, esta oferece mais “oportunidades de construção”. “Sempre gostei de arquitetura. Estou mais orgulhoso dos prédios menos modernos, os mais art déco e de estilo vitoriano.”

Ele liberou a cidade virtual para download nas versões para computador e para o Xbox.

wtc

Parcells afirma que a feitura da cidade era “uma espécie de segunda vida” que tinha no período. “Eu mantive [o projeto] em segredo, então é como uma segunda vida sobre a qual não falo, mas que as pessoas estão começando a descobrir.”

O estudante considera que seu hábito de jogar videogame é moderado. “Meus pais acham que é bacana –acho que estão só felizes por eu não jogar muito.”

“Titan City está longe de ser terminada”, escreve o perfeccionista num vídeo em que divulgou seu trabalho no YouTube.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Folha Shop